segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Último dia de inscrição para concurso do Banco do Brasil, Garanta sua vaga!




Se você pretende se inscrever no concurso público do Banco do Brasil é melhor se apressar, pois hoje é o último dia de inscrições. O Certame oferece 860 para Escriturário e o salário pode cegar até R$3.280.

Link para fazer a inscrição: Clique Aqui


NÃO PERCA TEMPO, PREPARE-SE JÁ PARA O CONCURSO DO BANCO DO BRASIL


 

BANPARÁ abre concurso com 40 vagas

Banco do Estado do Pará (BANPARÁ) divulgou edital de concurso com 40 vagas para os níveis médio e superior, em diversas áreas. A remuneração pode chegar a R$ 4,7 mil e as inscrições iniciam amanhã, às 10 horas.
Vagas
São 32 vagas, mais oportunidades em cadastro de reserva, para o nível médio no cargo de Técnico Bancário. A remuneração é de R$ 1.796,45 para jornada de trabalho de 30 horas semanais.
Já para o nível superior, a oferta é de 8 vagas, mais oportunidades em cadastro de reserva, divididas entre os cargos de Assistente Social, Contador, Engenheiro Agrônomo, Engenheiro Eletricista, Médico do Trabalho e Técnico em Informática. Os salários variam de R$ 3.092,53 a R$ 4.727,65 para jornadas de trabalho de 20 a 40 horas por semana.
Os servidores ainda poderão receber benefícios como participação nos lucros e resultados; plano de saúde; plano de previdência complementar; auxílio refeição/alimentação; auxílio cesta/alimentação e vale cultura.

NÃO PERCA TEMPO, PREPARE-SE COM A SOLUÇÃO CURSOS E CONCURSOS

<b>    BANPARÁ (Versão Impressa) </b><br> Banco do Estado do Pará <b><br> Técnico Bancário </b><br> Grátis CD Rom com Provas e Testes <b><br> 2014 </b>
Inscrições
As inscrições devem ser realizadas no site http://www.exatuspr.com.br a partir das 10 horas do dia 1.º de setembro até o dia 23 de setembro de 2015. As taxas custam R$ 55,00 e R$ 90,00, de acordo com o cargo selecionado.
Provas
A prova objetiva está prevista para o dia 18 de outubro de 2015, nas cidades de Belém, Castanhal, Marabá e Santarém, no Estado do Pará. Serão 60 questões divididas entre temas de língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de informática, conhecimentos gerais e conhecimentos específicos, de acordo com a área do cargo.
Haverá ainda posterior prova de títulos para candidatos aos cargos de nível superior. O certame terá validade de um ano, a contar da data de homologação do resultado para cada cargo, podendo ser prorrogado por igual período.
Informações sobre o concurso do BANPARÁ
• Inscrições: 10h 01/09/15 a 23/09/15
• Cargo: diversos
• Vagas: 40
• Salário: até R$ 4.727,65
• Taxa de Inscrição: R$ 55,00 e R$ 90,00
• Provas: 18/10/15
• Nível: médio e superior
• Edital: Exatus

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Cohab Minas prorroga inscrições de concurso com 51 vagas

cohabminas-830x547A Companhia de Habitação de Minas Gerais – Cohab Minas – prorrogou até o dia 8 de setembro de 2015 as inscrições do processo seletivo que oferece 51 vagas de níveis médio e superior. Os salários variam de R$ 1.333,87 a R$ 3.068,97.




Vagas
Cargo
Requisito
Salário (R$)
Vagas (*)
Agente de habitação/assistente administrativo
Nível médio completo
CNH categoria “B”
R$ 1.333,87
40
Agente de habitação/mobilizador social
Nível Médio Completo, CNH categoria “B” e experiência profissional
R$ 2.228,49
04
Analista de habitação/advogado
Curso Superior Completo em Direito e registro na OAB, CNH categoria “B”
R$ 3.068,97
01
Analista de habitação/analista de demanda habitacional
Curso superior completo em Ciências Sociais, Geografia, Pedagogia, Psicologia, Serviço Social, com registro no Conselho de Classe ou órgão congênere. CNH categoria “B” e experiência profissional
R$ 3.068,97
06
* Há reserva de vagas para pessoas com deficiência.
Inscrições
As inscrições devem ser realizadas até 8 de setembro de 2015 no site http://www.gestaodeconcursos.com.br/. Os valores das taxas de inscrição são de R$ 50,00 (nível médio) e R$ 90,00 (nível superior).

NÃO PERCA TEMPO, PREPARE-SE JÁ!

<b>   COHAB Minas (Versão Impressa) <br></b> Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais <b><br> Agente de Habitação (Assistente Administrativo e Mobilizador Social) <br></b> Grátis CD com Provas e Testes + Curso Online <br><b> 2015 </b>
Prova
A aplicação da prova objetiva está prevista para ocorrer em 20 de setembro de 2015, na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais.

Informações sobre o concurso da Cohab Minas
• Inscrições: 06/08/15 a 28/08/15 08/09/15
• Cargo: diversos
• Vagas: 51
• Salário: até R$ 3.068,97
• Taxa de Inscrição: R$ 50,00 a R$ 90,00
• Provas: 20/09/15
• Nível: médio e superior
• Edital: Gestão Concursos

PEC dos Cartórios é aprovada em primeiro turno

camara-deputadosA Câmara dos Deputados aprovou esta semana, em primeiro turno, a Proposta de Emenda à Constituição 471/05 para efetivar os responsáveis e substitutos que assumiram cartórios sem concurso público, após a Constituição de 1988 criar essa exigência para ingressar na atividade. A PEC ainda será votada em segundo turno.
O texto original, de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO),  não exige um período mínimo de exercício da atividade notarial e de registro, obteve aprovação por 333 votos a 133. A regra será aplicada àqueles investidos na função na forma da lei, mas não se refere ao problema de as leis estaduais anteriores à Constituição de 1988 terem sido consideradas inconstitucionais pelo Supremo Tribunal Federal (STF) se aplicadas a novos ingressos para os quais passou a ser exigido concurso público.
Tribunais de Justiça estaduais, responsáveis pela realização dos concursos, não os fizeram no prazo estipulado. Portanto, muitos cartórios estão há anos sem um titular legalmente amparado pela regra constitucional e são dirigidos por substitutos ou responsáveis, geralmente indicados pelo antigo titular.
O deputado Chico Alencar (RJ), líder do Psol, disse que a proposta viola o princípio constitucional do concurso público e significa um retrocesso. “O que se quer aprovar aqui é que, durante um determinado tempo, qualquer um possa ocupar cartórios vagos alegando que nem os concursados vão. Isso é reproduzir a velha tradição do cartório que passa de pai para filho, como as capitanias hereditárias”, afirmou.
Ivan Valente, deputado do Psol (SP), também ressaltou que várias entidades ligadas ao Judiciário são contra a proposta e defendem o concurso público como forma de ingresso para titulares de cartórios. Já o deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) chamou a proposta de “trem da alegria”. “É como se transformássemos os nossos assessores de gabinetes em efetivos por uma lei. É isso que se quer com essa PEC”, criticou.
OAB se manifesta contra PEC dos Cartórios
Em nota publicada em sua página oficial, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) se manifestou de forma contrária a aprovação em primeiro turno da PEC dos Cartórios, ressaltando a necessidade racionalização e redução do gasto público com a atual situação do país.
O órgão ainda ressalta que a matéria não oferece trato igualitário e não garante o acesso às forças públicas pelo mérito, através de concurso público. Os critérios se assemelhariam aos de uma monarquia, mantendo a hereditariedade e eternizando direitos e privilégios de pessoas por causa de consanguinidade.
Por fim, afirma que do ponto de vista legal a matéria é inconstitucional, pois fere o direito daqueles que fizeram concurso público – conforme determina a Constituição – e aguardam o momento de assumirem suas vagas. Por isso, caso aprovada, deverá ser objeto de questionamento no Superior Tribunal Federal (STF).

Com informações da Agência Câmara Notícias e OAB.


Aprovado aumento de cotas para negros em concursos no MS

AL MSEm sessão esta semana na Assembléia Legislativa do Mato Grosso do Sul foi aprovado o Projeto de Lei nº 094/2015, de autoria do deputado estadual Amarildo Cruz (PT), para alterar a Lei 3.594/2008, ampliando de 10% para 20% a cota mínima de vagas para negros em concursos públicos no Estado.
Além disso, o projeto também prevê a manutenção de 3% das vagas aos índios. A proposta foi aprovada em 2ª votação e segue para sanção ou veto do Governo do Estado.
A lei que já garante os 10% também é de autoria de Amarildo. Em 2010, o então deputado Pedro Teruel (PT) também garantiu, por meio da lei 3.939/2010, a reserva de 3% das vagas para índios. A previsão da reserva de vagas deverá constar nos editais dos concursos.

Com informações do Portal ALMS