Pesquise no Blog

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Receita Federal: Edital, dicas de estudo e análise do último concurso!

O concurso da Receita Federal normalmente, é um dos mais esperados pelo destaque das vagas ofertadas.


São esperadas oportunidade nos seguintes cargos, com remuneração e número de vagas respectivamente:



- Analista Tributário – 3.000 vagas – Remuneração Inicial: R$ 11.684,39;
- Auditor Fiscal – 2.000 vagas – Remuneração Inicial: R$ 21.029,09.

Considerando o grande número de servidores próximos à aposentadoria e a demora na realização de um novo concurso Receita Federal, a espera pela abertura de vagas é ainda maior.


Nesse sentido apontam os dados da Coordenação de Gestão de Pessoas da Receita Federal do Brasil: há um déficit de 21.471 cargos vagos. Destes, 11.325 são de Auditores-Fiscais e 10.416 são de Analistas.



Sem realizar concurso público desde 2014, a Receita Federal opera com pouco mais de 40% do efetivo, conforme informação divulgada pelo diretor de comunicação do Sindicato Nacional dos Analistas Tributários da Receita Federal, Odair Ambrósio, em entrevista ao site da Folha Dirigida em novembro de 2018.



O órgão já solicitou ao Ministério da Economia a autorização para realizar um novo certame. O pedido foi protocolado em maio de 2017, e em 2018 foi reforçado.

Ao todo, foram solicitadas 3.000 vagas para o cargo de Analista Tributário e 2.000 vagas para Auditor-Fiscal, totalizando um pedido de concurso para provimento de 5.000 vagas.


O concurso Receita Federal, logo depois de autorizado, costuma ser realizado em um curto período de tempo.



Em 2014, por exemplo, a portaria de autorização do Ministério do Planejamento foi divulgada no Diário Oficial da União no dia 19 de fevereiro, e o edital foi publicado em menos de 15 dias, no dia 07 de março.



As inscrições do edital Receita Federal ficaram abertas de 13 a 27 de março de 2014, e as provas foram aplicadas nos dias 10 e 11 de maio de 2014. Os candidatos que deixaram para iniciar os estudos depois da divulgação do edital teve algo em torno de 60 dias para se prepararem. Já as nomeações dos aprovados ocorreram 45 dias após a publicação do resultado final.



Em 2012 não foi diferente, o prazo entre a autorização e a publicação do edital, também, foi de menos de 30 dias, com provas em 60 dias e nomeações entre 45 e 50 dias após a divulgação do resultado final homologado.



Neste aspecto é interessante verificar que se organizar com antecedência para o edital Receita Federal é extremamente importante.

Edital Receita Federal: últimas provas do concurso


Em 2014, foi realizado o último concurso Receita Federal. Na época, o certame ofertou 278 vagas para o cargo de Auditor-Fiscal.



Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas e discursivas.



A prova objetiva cobrou as disciplinas de:



Língua Portuguesa;
Espanhol ou Inglês;
Raciocínio Lógico-Quantitativo;
Administração Geral e Pública;
Direito Constitucional;
Direito Administrativo;
Direito Tributário;
Auditoria;
Contabilidade Geral e Avançada;Legislação Tributária;
Comércio Internacional e Legislação Aduaneira.


Além do último edital, os candidatos devem basear os seus estudos nas últimas provas de concursos realizados pelo órgão, pois é através da análise destas provas que o candidato passa a ter noção de quais matérias costumam ser cobradas e como são cobradas, a quantidade e os tipos de questões.

Acesse abaixo as provas dos últimos concursos da Receita Federal

- Prova de Auditor Fiscal 2014 (Prova) (Gabarito)
- Prova de Auditor Fiscal 2012 (Prova) (Gabarito)
- Prova de Auditor Fiscal 2009 (Prova) (Gabarito)



Edital Receita Federal: requisitos

Para disputar as vagas de Analista Tributário e Auditor-Fiscal, é preciso possuir diploma de curso superior concluído em qualquer área, em nível de graduação, registrado no Ministério da Educação (MEC).


Os servidores são regidos pelo regime estatutário.



Edital Receita Federal: remuneração

A remuneração inicial ofertada para o cargo de Auditor-Fiscal da Recita Federal do Brasil é de R$ 21.029,09. No final da carreira, a remuneração pode chegar a R$ 30.303,63.


Já a remuneração inicial ofertada para o cargo de Analista Tributário da Receita Federal do Brasil é de R$ 11.684,39, e pode chegar, no final da carreira, a R$ 18.076,05.



Os servidores também têm direito, além de outros benefícios, a:



- auxílio-alimentação;
- auxílio -saúde;
- benefícios pré-escolar.

Edital Receita Federal: concorrência

O Concurso Receita Federal para o cargo de Auditor-Fiscal apresenta em seu histórico uma tendência crescente de inscritos em cada nova seleção, o que deverá ter um aumento significativo no novo certame devido aos ajustes nos vencimentos e progressão na carreira.


Em 2012, foram 26.313 inscritos para 200 vagas, ou seja, 131,56 candidatos por vaga. Como nesta época foram ofertadas vagas para Auditores-Fiscais e Analistas Tributários, e as provas foram aplicadas no mesmo dia, isso diminuiu a quantidade de interessados ao posto de Auditor-Fiscal.



Já em 2014, o concurso atingiu a marca de 68.540 inscritos para 278 vagas.



Números bem expressivos, não? Mas na prática não é bem assim.



Isso porque a alta defasagem e o número de candidatos despreparados que vão fazer as provas também são altos. Em 2012, dos 26.313 inscritos, só compareceram as provas 14.109 concorrentes. O que se repetiu em 2014, quando dos 68.540 inscritos, aparecem apenas 31.943 candidatos.



Edital Receita Federal: número de aposentadorias é alarmante

Especificamente em relação ao cargo de Auditor-Fiscal os números relativos à aposentadoria são alarmantes uma vez que aproximadamente 5% do total de Auditor-Fiscal deixam o órgão em virtude de aposentadoria sem que haja sequer sua reposição.


Em relação aos cargos de Analista Tributário, o total de perdas ocorre principalmente em função das vacâncias em virtude de posse em outros cargos de diferentes órgãos ou dentro da própria RFB, situação essa que impacta no ganho líquido de novos servidores para a instituição.



Um dos fatores que contribui para o elevado número de aposentadorias, não só para o cargo de Auditor-Fiscal, é o crescente aumento do perfil etário dos servidores que compõem a força de trabalho da RFB. Da análise da base cadastral da Instituição, constata-se que 38% dos Auditores-Fiscais concentram-se na faixa etária de 50 a 59 anos enquanto para o cargo de Analista Tributário a maior concentração, de 34%, é na faixa de 40 a 49 anos.



Acrescente-se a isso o fato de que entre os anos de 2010 a 2015, os concursos autorizados para a RFB não foram capazes sequer de suprir o déficit de pessoal. Daí a importância da publicação do edital Receita Federal.

- Link do último edital: Auditor – Analista



Quer garantir a sua aprovação no concurso Receita Federal? Prepare-se com quem mais entende do assunto!





Nenhum comentário:

Postar um comentário