Pesquise no Blog

segunda-feira, 1 de junho de 2020

Apostila Concurso ANTT 2020 - As remunerações podem chegar a R$ 15,5 MIL!


Concurso ANTT: encaminhado pedido para realização de certame



É grande a expectativa pela abertura do concurso ANTT 2020 / 2021. O órgão solicitou a abertura de novo edital junto ao Ministério da Economia. O quantitativo é o mesmo do pleito realizado de 2019: 394 vagas em cargos de níveis médio e superior.
O concurso foi solicitado com vagas nas carreiras de especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres (63 vagas), técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres (208 vagas), analista administrativo (36 vagas) e técnico administrativo (87 vagas).
Os cargos de técnico requerem nível médio completo; para analista é preciso nível superior. Confira os salários abaixo:
  • R$ 7.474,67 para técnico administrativo;
  • R$ 7.846,37 para técnico em regulação;
  • R$ 14.265,57 para especialista em regulação;
  • R$ 15.516,12 para analista administrativo.
A ANTT possui sede em Brasília (DF). Mas há possibilidade de provimento nas unidades do Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul, Ceará, Maranhão, Bahia, Pernambuco e Santa Catarina.


PREPARE-SE para o Concurso ANTT 2020, já temos a Apostila ANTT atualizada!


apostila antt técnico administrativo transportes terrestres 



Sobre a ANTT

As agências reguladoras foram criadas durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, com o objetivo de controlar e inspecionar os serviços que, a partir das diversas privatizações ocorridas naquele período, ficaram a cargo de empresas privadas.


A ANTT é uma autarquia federal criada pela Lei nº 10.233/2001, com atividades regulamentadas pelo Decreto nº 4.130. A agência absorveu as competências de concessões outorgadas pelos extintos DNER e RFFSA, referentes à rodovias e ferrovias federais.
Conforme o Art.22 da Lei de sua criação, as esferas de atuação da ANTT constam do transporte de cargas especiais e perigosas em rodovias e ferrovias, transporte ferroviário de cargas e passageiros pelo Sistema Nacional de Viação, transporte multimodal, exploração da infraestrutura ferroviária e arrendamento de seus ativos operacionais, transporte rodoviário e cargas e passageiros (destes, interestadual e internacional), exploração da infraestrutura rodoviária federal.

Histórico e quadro atual da ANTT

Ao assumir a presidência, o ex-presidente Michel Temer elaborou o Programa de Parcerias e Investimentos, o PPI, fundamentado por Medida Provisória (MP) publicada no Diário Oficial da União. A MP estipula o PPI como ferramenta de ampliação e fortalecimento da parceria entre empresas privadas e o Estado, através de contratos para empreendimentos públicos de infraestrutura, incluindo permissões de serviço público, concessões, arrendamentos, dentre outros.
Dada a criação do PPI, é óbvia a fiscalização mais efetiva por parte da ANTT, a partir do momento em que os contratos celebrariam parcerias em obras de infraestrutura rodoviária e ferroviária federais. Ou seja, geração de demanda de pessoal.


A questão é que, antes mesmo da criação do PPI, a ANNT apresentava defasagem em seu quadro de servidores já que os três concursos realizados desde sua instituição não supriram a necessidade do órgão. Atualmente, conforme informado pela assessoria de comunicação, o órgão conta com provimento de apenas 57,1 % dos cargos previstos na Lei 10.871/2004. Cerca de 40% de seus cargos está em aberto, além dos terceirizados que executam funções designadas a concursados e das aposentadorias previstas (aproximadamente 125 funcionários).

Cargos e remunerações da ANTT

Os cargos solicitados no pedido de concurso enviado ao Ministério do Planejamento situam-se nas esferas administrativa e de regulação, incluindo servidores com formação em ensino médio ou superior.
A carreira de técnico administrativo tem como funções a execução de atividades intermediárias administrativas e logísticas dentro de suas competências legais. A remuneração inicial é de R$ 7.474,67 acrescidas de vale-alimentação. Tem como requisito a formação em nível médio.
técnico em regulação de serviços de transportes terrestres atua no apoio técnico e suporte nas atividades de controle, inspeção, fiscalização e regulação, além de políticas e estudos na área. A remuneração inicial é de R$ 7.846,37, mais vale-alimentação. Tem como requisito a formação em nível médio.
analista administrativo atua na execução de atividades intermediárias administrativas e logísticas dentro de suas competências legais em diversas especialidades. A remuneração inicial é de R$ 14.265,57 acrescidas de vale-alimentação. Tem como requisito a formação em nível superior de acordo com a área pretendida.
especialista em regulação de serviços de transportes terrestres atua nas atividades especializadas de controle, inspeção, fiscalização e regulação, além de implementar políticas e estudos na área. A remuneração inicial é de R$ 15.516,12, mais vale-alimentação. Tem como requisito a formação em nível superior de acordo com a área pretendida.
Todos os cargos são beneficiados pela contratação em regime estatuário e possibilidade de progressão de carreira. Os aprovados em concurso público seguem jornada de 40 horas semanais.
A lotação depende da quantidade de vagas liberadas pelo Planejamento, podendo ser nas regionais centrais (DF, RJ, MG, SP, RS, PE, BA, MA, CE) ou postos de atendimento nestas e outras unidades da federação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não encontrou a Apostila para o Concurso que deseja? Envie um e-mail e lhe retornaremos o mais rápido possível: exclusivaconcursos@gmail.com