Pesquise no Blog

sábado, 23 de janeiro de 2021

Concurso PRF 2021: PUBLICADO EDITAL com 1.500 vagas

Foi publicado o edital do novo concurso PRF (Polícia Rodoviária Federal). As oportunidades são destinadas para o cargo de Policial Rodoviário Federal, com exigência do nível superior em qualquer área e salário de R$ 9,8 mil.

Os interessados podem se inscrever até o mês de fevereiro, no site do Cebraspe. Os candidatos serão avaliados por diversas etapas, sendo a primeira composta por uma prova objetiva e discursiva, de caráter eliminatório e classificatório!

Como fazer a inscrição no concurso PRF?

As inscrições estão abertas das 10 horas do dia 25 de janeiro até às 18 horas do dia 12 de fevereiro de 2021.

Para se inscrever, o candidato deverá acessar o site da banca organizadora, Cebraspe .

A taxa de inscrição tem o valor fixo de R$ 180,00.

O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado até o dia 05 de março de 2021.




Vagas e salários do concurso PRF

certame oferta 1.500 vagas de caráter imediato, na carreira de Policial Rodoviário Federal, com exigência do nível superior em qualquer área. As oportunidades estão distribuídas da seguinte forma:

Policial Rodoviário Federal

♦ Ampla Concorrência: 1.125 vagas;

♦ Candidatos Negros: 300 vagas;

♦ Candidatos com Deficiência: 75 vagas.

O salário para os aprovados será de R$ 9.899,88, com jornadas de trabalho de 40 horas semanais. Os candidatos ainda terão direito ao benefício de auxílio-alimentação de R$ 458,00.

concurso PRF é de abrangência nacional, sendo ofertadas aos novos policiais as oportunidades de lotação de acordo com a necessidade do serviço e o interesse público.

O policial recém empossado permanecerá, preferencialmente, no local de sua primeira lotação por um período mínimo de três anos, exercendo atividades de natureza operacional voltadas ao patrulhamento ostensivo, à fiscalização de trânsito e ao suporte das atividades de policiamento da PRF.

Como será a prova do concurso PRF?

avaliação dos candidatos no concurso PRF será composta por 2ª etapas, sendo elas:

1ª Etapa

  • Prova Objetiva e Prova Discursiva (caráter eliminatório e classificatório);
  • Exame de Aptidão Física (caráter eliminatório e classificatório);
  • Avaliação de Saúde (caráter eliminatório);
  • Avaliação Psicológica (caráter eliminatório);
  • Avaliação de Títulos (caráter eliminatório);
  • Investigação Social (caráter classificatório).

2ª Etapa

  • Curso de Formação Profissional (caráter eliminatório).

As provas objetivas e discursivas serão aplicadas na data prevista de 28 de março de 2021, com duração de 04h30min.

Os locais e horários das provas serão informados no site da banca organizadora, Cebraspe, a partir do dia 18 de março de 2021.

A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, valerá 120,00 pontos, sendo corrigida por meio de processamento eletrônico da folha de respostas.

A prova objetiva será constituída de itens para julgamento, agrupados por comandos que deverão ser respeitados. O julgamento de cada item será CERTO ou ERRADO, de acordo com o(s) comando(s) a que se refere o item. Haverá, na folha de respostas, para cada item, dois campos de marcação: o campo designado com o código C, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item CERTO, e o campo designado com o código E, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item ERRADO.

A nota em cada item da prova objetiva, feita com base nas marcações da folha de respostas, será igual a: 1,00 ponto, caso a resposta do candidato esteja em concordância com o gabarito oficial definitivo da prova; 1,00 ponto negativo, caso a resposta do candidato esteja em discordância com o gabarito oficial definitivo da prova; 0,00, caso não haja marcação ou haja marcação dupla (C e E).

Será reprovado na prova objetiva e eliminado do concurso público o candidato que se enquadrar em pelo menos um dos itens a seguir:

a) obtiver nota inferior a 15,00 pontos no bloco I da prova objetiva;

b) obtiver nota inferior a 10,00 pontos no bloco II da prova objetiva;

c) obtiver nota inferior a 10,00 pontos no bloco III da prova objetiva;

d) obtiver nota inferior a 50,00 pontos no conjunto dos três blocos da prova objetiva.

prova discursiva valerá 20,00 pontos e consistirá na redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, a respeito de temas relacionados aos objetos de avaliação.

A prova discursiva de cada candidato será submetida a duas avaliações: uma avaliação de conteúdo e uma avaliação do domínio da modalidade escrita da Língua Portuguesa.


conteúdo programático da prova irá constar as seguintes disciplinas:

Bloco I (55 questões)

– Língua Portuguesa;

– Raciocínio Lógico-Matemático;

– Informática;

– Física;

– Ética e Cidadania;

– Geopolítica;

– Língua Estrangeira (Espanhol ou Inglês).

Bloco II (30 questões)

– Legislação de Trânsito.

Bloco III (35 questões)

– Noções de Direito Administrativo;

– Noções de Direito Constitucional;

– Noções de Direito Penal;

– Noções de Direito Processual Penal;

– Legislação Especial;

– Direito Humanos.

O prazo de validade do concurso será de 02 (dois) anos, contados da data de sua homologação, podendo ser prorrogado por uma única vez, por igual período, nos termos do art. 43, do Decreto nº 9.739/2019.

Exame de Aptidão Física

Serão convocados para o exame de aptidão física, todos os candidatos aprovados na prova discursiva.

Os candidatos não convocados para o exame de aptidão física, estarão eliminados e não terão classificação alguma no concurso .

O exame de aptidão física constará de cinco testes, realizados na ordem a seguir e de acordo com as especificações:

a) Teste de flexão em barra fixa;

b) Teste de shuttle run (ir e vir);

c) Teste de impulsão horizontal;

d) Teste de flexão abdominal;

e) Teste de corrida de 12 minutos.

Será considerado reprovado no exame de aptidão física e, consequentemente, eliminado do concurso público , o candidato que:

I – não apresentar o atestado médico específico;

II – deixar de realizar algum dos testes de aptidão física;

III – não obtiver o mínimo de 2,00 pontos em cada uma das avaliações ou não obtiver a média aritmética de, no mínimo, 3,00 pontos no conjunto dos testes.

O que faz um Policial Rodoviário Federal?

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

ATRIBUIÇÕES: as atribuições gerais das classes do cargo de Policial Rodoviário Federal são as seguintes:

I – Terceira Classe: atividades de natureza policial envolvendo fiscalização, patrulhamento e policiamento ostensivo, atendimento e socorro às vítimas de acidentes rodoviários e demais atribuições relacionadas com a atividade finalística da Polícia Rodoviária Federal;

II – Segunda Classe: atividades de natureza policial envolvendo a execução e controle administrativo e operacional das atividades inerentes ao cargo, além das atribuições da Terceira Classe;

III – Primeira Classe: atividades de natureza policial, envolvendo planejamento, coordenação, capacitação, controle e execução administrativa e operacional, bem como articulação e intercâmbio com outras organizações policiais, em âmbito nacional, além das atribuições da Segunda Classe;

IV – Classe Especial: atividades de natureza policial e administrativa, envolvendo direção, planejamento, coordenação, supervisão, controle e avaliação administrativa e operacional, coordenação e direção das atividades de corregedoria, inteligência e ensino, bem como a articulação e o intercâmbio com outras organizações e corporações policiais, em âmbito nacional e internacional, além das atribuições da Primeira Classe.

Requisitos necessários para investidura no cargo do concurso PRF

– Ser aprovado em todas as etapas e fases do concurso público;

– Ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre Brasileiros e Portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do § 1º do art. 12 da Constituição Federal;

– Ter concluído curso de graduação, comprovado por meio de diploma, devidamente registrado e fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação;

– Estar em gozo dos direitos políticos e quite com as obrigações eleitorais;

– Estar quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino;

– Ter aptidão física e mental para o exercício das atividades e atribuições típicas do cargo;

– Entregar os documentos comprobatórios dos requisitos exigidos para o cargo por ocasião da posse;

– Cumprir as determinações do edital de abertura, dos demais editais e de normas complementares;

– Possuir Carteira Nacional de Habilitação ou Permissão para Dirigir veículo automotor:

a) na categoria “B” ou superior;

b) válida;

c) sem impedimentos;

d) sem observações de necessidade de adaptação veicular;

e) sem restrição de locais e(ou) horários para dirigir.

NÃO PERCA TEMPO, JÁ TEMOS APOSTILAS CONFORME O NOVO EDITAL




Mais Informações

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não encontrou a Apostila para o Concurso que deseja? Envie um e-mail e lhe retornaremos o mais rápido possível: exclusivaconcursos@gmail.com